Infância dos dias

O livro “A infância dos dias” pretende reviver o espaço de afeto da criança que ainda somos

Vida Simples Digital

Livro A Infância dos Dias fala sobre a criança que nos habita | <i>Crédito: Divulgação/Guilherme Tichauer
Livro A Infância dos Dias fala sobre a criança que nos habita | Crédito: Divulgação/Guilherme Tichauer

A seleção de textos curtos reunida em “A infância dos dias” (Laranja Original) é um pequeno atalho de poesia em prosa para resgatar e conservar a porção de infância que nos habita. A autora Laís Barros Martins, também colaboradora da revista Vida Simples, acredita na urgência de explorar esse espaço de afeto como forma de evitar o desastre iminente de uma vida feita só de realidade.

Laís propõe então uma convergência de tons entre a ficção e a realidade para compor episódios breves sobre comportamento, família, saúde e educação, por exemplo. Assim, “coisa inventada e acontecida se confundem em tramas delicadas formadas em busca de uma infância comum – as histórias são minhas, mas também de ninguém e de todo mundo”, comenta ela.

O livro traz ainda um posfácio lindamente escrito por Ana Holanda, a editora-chefe da Vida Simples. “Redescobri que a vida não é feita apenas da superfície, mas de camadas, muitas”, compartilha Ana. As camadas não revelam apenas o que é passado, mas nos ajudam a ressignificar também o presente. Afinal, a memória segue em construção, e o afeto é que sedimenta as experiências em nós.

A Infância dos Dias, Lais de Barros Martins, Larnaja Original, R$ 35laranjaoriginal.com.br 

13/12/2017 - 10:05

Conecte-se

Revista Vida Simples