Novos bordados

Clube do Bordado resgata uma técnica ancestral de bordado livre, mas substituindo as temáticas tradicionais por questões atuais

Débora Zanelato

- | <i>Crédito: Vida Simples Digital
- | Crédito: Vida Simples Digital
Seis amigas que se reuniram para aprender a bordar. Assim surgiu, há dois anos, o Clube do Bordado, resgatando uma técnica ancestral de bordado livre, mas substituindo as temáticas tradicionais por questões atuais, como ferramenta para reflexão no dia a dia. A primeira coleção, soft porn, falava sobre liberdade do corpo feminino, por exemplo. Hoje as meninas, em parceria com o Sesc SP, criaram o projeto Clube de Bordar, que viaja por cidades de São Paulo com oficinas gratuitas em praças públicas para ensinar essa técnica para mais gente. Mas é também possível aprendê-la a distância: existem aulas disponíveis no portal de educação online Eduk (eduk.com.br).

 Clube do Bordado/ facebook.com/clubedobordado

30/05/2016 - 12:06

Conecte-se

Revista Vida Simples