Poesias concretas

Jornalista escreve poesias em azulejos no Rio de Janeiro

Vida Simples Digital

- | <i>Crédito: Vida Simples Digital
- | Crédito: Vida Simples Digital

 A JORNALISTA Fernanda Moreira caminhava pelo bairro de Santa Teresa, no Rio de Janeiro, quando lhe veio a ideia de criar um projeto de intervenção urbana que pudesse levar mais refl exão e afeto para a cidade. Daí surgiu o Ladrilha, azulejos com frases que Fernanda aplica pelas ruas cariocas. Fernanda transformou o substantivo ladrilho em feminino como forma de marcar uma voz: “Porque o projeto é feito por uma mulher, na rua e para a rua. Que é ainda um ambiente hostil”, ela diz. 

LADRILHA  |  www.instagram.com/ladrilha

31/10/2017 - 12:38

Conecte-se

Revista Vida Simples