Problemas diários

Médico americano que é contra o excesso de medicalização das emoções fará duas palestras ao público nesta quinta, no Rio de Janeiro

Vida Simples Digital

O médico americano Allen Frances que é contra o excesso de medicalização dos problemas da alma | <i>Crédito: Divulgação/Donna Manning
O médico americano Allen Frances que é contra o excesso de medicalização dos problemas da alma | Crédito: Divulgação/Donna Manning

“Estamos transformando os problemas diários em transtornos mentais e tratando-os com comprimidos”. A frase faz parte do pensamento do psiquiatra americano Allen Frances, que está no Brasil para um ciclo de palestras. Allen é autor da consagrada obra Voltando ao Normal (Versal Editores). Ele ficou conhecido por adotar uma posição contrária à da Associação Americana de Psiquiatria, que publicou em 2013 a quinta (e bastante polêmica) edição do Diagnostic and Statistical Manual of Mental Disorders, o DSM. O médico sugere uma reflexão necessária para todos, pacientes e pais, e para governos, psiquiatras, psicanalistas, psicólogos, professores de crianças e de adolescentes, pedagogos, diretores de escolas, sobre o excesso de medicalização da sociedade. Ouvi-lo é repensar a vida e perceber que as emoções são bem-vindas e que elas dizem muito sobre nós. Há momentos em que os medicamentos não são necessários, mas viver aquela emoção, sim.

Confira a agenda de palestras de Allen Frances no Rio de Janeiro

Dia 15/09, quinta-feira, as 10h, IPUB/UFRJ: Mesa redonda A Clínica Contemporânea e a Medicalização da Vida

Dia 15/09, quinta-feira, as 19h30, Cepro, Hospital Pró-Cardíaco (é necessário ligar para o Centro de Estudos do Hospital para se inscrever: 21. 2131-1444)

13/09/2016 - 12:07

Conecte-se

Revista Vida Simples