Dia para brincar e aprender

Hoje, dia 17 de maio, acontece a terceira edição do movimento global que busca conscientizar pais e educadores sobre a importância da prática de atividades em espaços abertos

Vida Simples Digital

Dia do brincar incentiva atividades ao ar livre | <i>Crédito: Shutterstock
Dia do brincar incentiva atividades ao ar livre | Crédito: Shutterstock

Brincar sempre foi algo que as crianças fizeram naturalmente, com ou sem brinquedo. A imaginação sempre ajudou a transformar objetos simples, como uma folha de papel, em brinquedo sofisticado. O problema é que, nos últimos anos, a presença maior da tecnologia e mudanças culturais e sociais afetaram consideravelmente o modo como os pequenos vivem essa fase. Para que o brincar se mantenha presente, desde 2015, acontece a iniciativa global “Dia de Aprender Brincando”. A data celebra e inspira o aprendizado e as brincadeiras ao ar livre envolvendo pais, alunos e professores. Promovida pela terceira vez no Brasil pela marca OMO, com suporte da Cidade Escola Aprendiz, a data incentiva a prática de brincadeiras e outras atividades externas durante o período de aula. Este ano, a data escolhida foi 17 de maio.

Para o pediatra Daniel Becker, criador da “Pediatria Integral”, brincar ao ar livre pode gerar mais inteligência, criatividade e bom humor nos pequenos. “Evidências apontam que brincar livremente desenvolve nas crianças habilidades fundamentais para vida adulta, em todos os níveis: físico, cognitivo, emocional e social. Brincando a criança vai desenvolver melhor seu corpo, cultivar a imaginação e a capacidade de solucionar problemas e conviver em grupo. E vai ser mais feliz, simplesmente”. Ele ressalta ainda que “a redução do tempo dedicado ao brincar, tão em voga nos dias de hoje, pode gerar impactos negativos muito importantes na pessoa quando adulta, e, portanto, para a sociedade como um todo”.

Raiana Ribeiro, gestora do Programa Cidades Educadoras, da Associação Cidade Escola Aprendiz, lembra ainda da importância do brincar e aprender ao ar livre para a criação de territórios democráticos, inclusivos e que exerçam um papel educador na vida de todos. “Brincar é uma das formas pelas quais a criança assimila e compreende o mundo. Logo, vivenciar os potenciais educativos da cidade por meio destas práticas é reconhecer e defender uma educação que não se restringe às salas de aula, mas que se dá em todos os espaços e ininterruptamente ao longo da vida”, diz.

Em 2016, mais de 18 mil crianças de 136 escolas brasileiras participaram do Dia de Aprender Brincando. No ano seguinte, 1.100 escolas no país estiveram engajadas, somando 165 mil crianças dedicadas a brincadeiras. Este ano a meta é engajar ainda mais crianças e com foco no tema da sustentabilidade e reciclagem do plástico.

“Acreditamos no potencial do Dia de Aprender Brincando não só para as crianças, mas também para pais e educadores se conscientizarem da importância de permitir e estimular seus filhos e alunos a entrar em contato com a natureza, se sujar, experimentar e se desenvolver de forma saudável. São esses momentos que marcam a infância e os relacionamentos”, afirma Giovanna Gomes, diretora de marketing de OMO Brasil.

Pais e escolas podem se inscrever e ter mais informações pelo site, onde também é possível pesquisar mais sobre a iniciativa, além de ter acesso a diversas sugestões de atividades, esse ano com foco em reciclagem do plástico, para fazer com as crianças ao ar livre não apenas neste dia, mas o ano todo. Instituições de ensino de todo o país já estão sendo mobilizadas.

Dia de aprender brincando https://diadeaprenderbrincando.org.br/

 

17/05/2018 - 10:46

Conecte-se

Revista Vida Simples