Embalagem que se dissolve

Biólogo na Indonésia desenvolve sacola à base de mandioca que derrete na água e não prejudica o meio ambiente

Débora Zanelato

- | <i>Crédito: Vida Simples Digital
- | Crédito: Vida Simples Digital
 NOVAS INICIATIVAS têm provado que existem alternativas mais inteligentes à forma como temos produzido materiais prejudiciais ao ambiente. A Avani Eco, por exemplo, é uma start up da Indonésia que produz embalagens utilizando produtos naturais e tecnologia. Uma das criações é a sacola “plástica” à base de mandioca que se dissolve na água, diferentemente dos saquinhos comuns, que podem levar mais de 400 anos para se decompor na natureza. O criador da Avani é o biólogo Kevin Kumala. Ele sentiu que precisava fazer algo para mudar esse cenário depois de ver motociclistas usando capas de chuva de vinil. “Percebi que aquelas capas tóxicas seriam usadas poucas vezes e depois descartadas, mas jamais iriam se decompor”, ele diz. A Avani cria capas de chuva feitas a partir do milho e sementes de girassol, além de também desenvolver outras embalagens biodegradáveis.

AVANI ECO avanieco.com

19/09/2017 - 12:21

Conecte-se

Revista Vida Simples