“Fiteiro Cultural” de Fabiana de Barros é tema de exposição

Com fotos, filmes, maquetes e uma série inédita de relevos, a mostra refaz o trajeto do projeto de intervenção artística e cultural que percorreu diferentes países

Letícia Gerola

Fiteiros culturais instalados em João Pessoa (PB), em Cuba e na Palestina | <i>Crédito: Divulgação
Fiteiros culturais instalados em João Pessoa (PB), em Cuba e na Palestina | Crédito: Divulgação

O Sesc Pompeia apresenta entre os dias 30 de março e 18 de junho de 2017, nas Oficinais de Criatividade da unidade, a exposição “(+ = -) Mais é Igual a Menos”, de Fabiana de Barros. A mostra gratuita comemora os 18 anos do Fiteiro Cultural, uma intervenção artística e cultural que foi concebida em 1998 e circulou por 13 países. O Fiteiro Cultural propôs em cada local novas maneiras de pensar a relação entre a arte e o público.
  Participando de uma residência artística em João Pessoa, a artista Fabiana Barros se inspirou nos quiosques da praia paraibana (lá chamados de fiteiros) para criar o primeiro Fiteiro Cultural. A construção simples de madeira se transformou em um poderoso instrumento de parcerias culturais, uma vez que instalado pela artista, o espaço vazio passa a ser ocupado pela comunidade local, podendo se tornar um ateliê, um centro de criação ou palco de performances, entre inúmeras possibilidades.
  Desde então, a brasileira radicada na Suíça recebeu diversos convites de artistas, instituições, galerias e eventos internacionais para levar seus quiosques para todas as partes do mundo. Dezenove fiteiros foram montados em cidades como Atenas, Havana, Jerusalém, Milão, Nova York e São Paulo, todos diferentes, adaptados à realidade local e às necessidades dos usuários, mas essencialmente iguais em sua proposta: reunir indivíduos para criar, construir, brincar, escrever, aprender, ensinar, discutir e compartilhar.
  “(+ = -) Mais é Igual a Menos” – nome tirado de um poema do artista alemão Josef Albers (1888 - 1976) – traz fotos e filmes que refazem o trajeto do Fiteiro Cultural nos últimos 18 anos e maquetes de oito quiosques, além de obras inéditas de Fabiana de Barros. Valendo-se do vazio e da forma construtiva do fiteiro, a artista se inspirou nos quadrados coloridos e justapostos de Albers para desenvolver uma série de relevos, envolvendo desenho, recorte, reconstrução, escultura e fundição.

EXPOSIÇÃO “(+ = -) MAIS É IGUAL A MENOS” – FABIANA DE BARROS
Abertura 29 de março, às 20h
Visitação de 30 de março a 18 de junho de 2017
De terça a sexta, das 10h às 21h30. Sábado, domingo e feriado, das 10h às 18h.
Agendamento para grupos (empresas, ONGs ou escolas):
agendamento@pompeia.sescsp.org.br | (11) 3871-7759
Sesc Pompeia – Rua Clélia, 93.

22/03/2017 - 19:58

Conecte-se

Revista Vida Simples