Mostra bienal caixa de novos artistas chega em São Paulo

Exposição itinerante com obras de 30 artistas de vários estados vai circular por todas as unidades da CAIXA Cultural

Vida Simples Digital

Durante quase dois meses, o público paulista pode apreciar 37 obras de artistas contemporâneos provenientes de 12 estados brasileiros | <i>Crédito: Divulgação
Durante quase dois meses, o público paulista pode apreciar 37 obras de artistas contemporâneos provenientes de 12 estados brasileiros | Crédito: Divulgação

Depois de ter estreado com sucesso no Rio de Janeiro, a segunda edição da Mostra Bienal CAIXA de Novos Artistas chega à CAIXA Cultural São Paulo, onde fica em cartaz de 5 de agosto a 1° de outubro de 2017. A exposição, que reúne trabalhos de 30 novos talentos das artes visuais de todo o Brasil, tem a curadoria de Liliana Fiuza Magalhães. A visitação é gratuita e o patrocínio é da Caixa Econômica Federal.
  Durante quase dois meses, o público paulista pode apreciar 37 obras de artistas contemporâneos provenientes de 12 estados brasileiros: Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. Os trabalhos que integram a exposição contemplam diversos suportes, de desenhos a esculturas, passando por fotografias, gravuras, instalações, intervenções, pinturas e vídeo.

Marcela Antunes - Fotografia - Da materialidade que aspiramos

O conceito curatorial desta edição gira em torno da configuração das relações urbanas no momento atual. De modo a concretizar essa abordagem, a curadoria priorizou trabalhos que apresentassem qualidades artísticas resultantes da experimentação e da força poética visual. Assim, não só a potência do assunto de cada trabalho, mas também a contundência da abordagem dos diferentes artistas determinou a escolha dos nomes presentes na exposição.

 José Viana - S11D ou projeto para salvaguardar pedras 

“As obras apresentadas na mostra têm um potente diálogo contemporâneo e revelam um panorama das linguagens e propostas de uma emergente geração das artes visuais. Suas narrativas revelam o artista como um ator social crítico, pleno de cidadania, que se expõe e nos projeta para as complexas relações que se dão nas grandes cidades”, explica a curadora Liliana Magalhães. “As questões de gênero, raça, consumo, política, ética, meio ambiente e afirmação de direitos humanos e civis aparecem como uma síntese do agudo momento de transformação que vivemos”, enumera. 

Lucas Lugarinho Braga - Pintura - Tela tinta a óleo 

Os participantes da coletiva tiveram seus trabalhos selecionados em duas etapas: primeiro, por uma comissão de seleção; e, finalmente, pela curadora. Foram 616 artistas concorrendo com 1.414 obras inscritas. Seguindo o regulamento, foram escolhidos nomes que ainda não exibiram trabalhos em exposição individual, colocando em prática mais uma iniciativa da instituição em divulgar novos artistas. “É uma grande oportunidade de visibilidade para os artistas que estão em início de carreira que apresentam trabalhos com originalidade, experimentação, inovação, conceito e contemporaneidade", comenta o diretor executivo de Marketing e Comunicação da CAIXA, em exercício, Gerson Bordignon. 

Após a temporada no Rio e São Paulo, ainda em 2017 a exposição visitará Brasília. Ao longo de 2018, a mostra circulará por todas as outras unidades da CAIXA Cultural: Fortaleza, Recife, Salvador e Curitiba.


2ª edição da Mostra Bienal CAIXA de Novos Artistas

Curadoria: de Liliana Fiuza Magalhães.

Local: CAIXA Cultural São Paulo - Praça da Sé, 111 – Centro – próximo à estação Sé do metrô

Abertura: 5 de agosto de 2017 – sábado - às 11h

Período: de 5 de agosto a 1° de outubro de 2017

Visitação: terça a domingo, das 9h às 19h

Informações: (11) 3321-4400

Classificação indicativa: Livre

Entrada franca

Acesso para pessoas com deficiência

 

 

03/08/2017 - 13:13

Conecte-se

Revista Vida Simples