“Mulheres extraordinárias” conta histórias de personagens reais

Mãe órfã, mulher traficada, refugiada ou indígena. Livro expõe comoventes relatos do cotidiano

A obra divide-se em 13 capítulos para contar as histórias das delicadas e fortes “Marias” | <i>Crédito: iStock
A obra divide-se em 13 capítulos para contar as histórias das delicadas e fortes “Marias” | Crédito: iStock

Um conjunto de perfis, reportagens e histórias de mulheres marcadas por dramas sociais, raciais e morais. Desabafos de fé e de conquistas que foram confiados à autora em meio a lágrimas e sorrisos. São relatos de lutas, superações, denúncias de maus-tratos, preconceitos e desespero. Com olhar jornalístico, a repórter Karla Maria percorreu periferias e lugares distantes - e nem sempre atraentes - para narrar histórias de vida que ninguém vê.  
                A obra divide-se em 13 capítulos para contar as histórias das delicadas e fortes “Marias”, que representam a face de tantas outras mulheres portadoras de tristezas e alegrias.  Segundo Karla, toca a figura da mãe órfã, da mulher traficada, refugiada e freira, ao lado de indígenas, negras e quilombolas; mulheres em situação de rua, que lutam por detrás das grades. Tem MC Soffia, tem Mãe de Maio, Mãe da Sé. Tem mulheres que apanharam e recomeçaram; mulheres belas.
                Fruto de acontecimentos e experiências que Karla Maria apurou ao longo de seus 15 anos de carreira como repórter, o trabalho é resultado de longas conversas, longas caminhadas e observação do cotidiano.

Mulheres Extraordinárias
R$ 21
Paulus Editora

02/03/2017 - 17:46

Conecte-se

Revista Vida Simples