Mulheres que Mudaram o Brasil desembarca no metrô

A exposição de caricaturas Mulheres que Mudaram o Brasil traz personalidades, retratadas a nanquim, que romperam paradigmas nas esferas das artes e ciências

Letícia Gerola

As imagens retratam trajetórias de vida permeadas por conflitos históricos | <i>Crédito: Divulgação/Redação Sou Mais Eu
As imagens retratam trajetórias de vida permeadas por conflitos históricos | Crédito: Divulgação/Redação Sou Mais Eu

As obras de Toni D'Agostinho, artista e sociólogo, descartam o uso da cor justamente para valorizar o contraste entre preto e branco. As imagens retratam trajetórias de vida permeadas por conflitos históricos, uma das paixões do desenhista, que tem a trajetória marcada pela união do olhar sociológico com o fazer artístico. Relações de gênero e outros poderes são evidenciados nos textos biográficos criados pela antropóloga Natalia Negretti, doutoranda em Ciências Sociais da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).Entre as personagens, destaque para artistas da música brasileira como Inezita Barroso, Chiquinha Gonzaga e Elza Soares, além da poeta Cora Coralina, a psiquiatra Nise da Silveira e a médica, pediatra e sanitarista Zilda Arns”, explica.  

Mulheres que Mudaram o Brasil - de 10/05 a 31/05 na Estação Sé do Metrô.
Contato: Toni D'Agostinho – facebook.com/mulheresquemudaramobrasil
Tel.: 11 99255-5737
e-mail: tonidagostinho@gmail.com

11/05/2017 - 20:32

Conecte-se

Revista Vida Simples