Yamandu Costa, talento do violão brasileiro, dividiu o palco com jovens de comunidades do Rio

Apresentações aconteceram na Sala Cecília Meireles, no Rio de Janeiro

Letícia Gerola

Os 14 integrantes da camerata iniciaram o contato com a música há apenas cinco anos e já se apresentaram em espaços consagrados para a música clássica brasileira | <i>Crédito: Divulgação
Os 14 integrantes da camerata iniciaram o contato com a música há apenas cinco anos e já se apresentaram em espaços consagrados para a música clássica brasileira | Crédito: Divulgação
Além de ocupar o posto de um dos maiores talentos do violão brasileiro, Yamandu Costa vai abrir espaço em seus concertos, na Sala Cecília Meireles, para a Camerata Ação Social pela Música do Brasil, formada por 14 jovens de comunidades do Rio. Eles vão dividir o palco com o violonista durante a execução da obra "Fronteira". O convite foi feito por Yamandu à diretora do projeto Ação Social pela Música do Brasil (ASMB), Fiorella Solares, depois de ouvi-los tocar em um festival em João Pessoa, apresentação que emocionou o artista.

O projeto foi fundado em 1994 e, nestes mais de vinte anos, produziu mudou a vida de milhares de jovens no Rio de Janeiro e em outras cidades do Brasil. Os 14 integrantes da camerata iniciaram o contato com a música há apenas cinco anos e já se apresentaram em espaços consagrados para a música clássica brasileira, como a Cidade das Artes, Palácio São Clemente, Theatro Municipal, CCBB entre tantos outros. A missão da ASMB é a inclusão social e a formação de cidadania de crianças e jovens que vivem em situação de vulnerabilidade social, através do ensino da música clássica.



21/01/2017 - 18:56

Conecte-se

Revista Vida Simples