A riqueza de cada um

Projeto De Ásia a Z registra diferentes culturas de 15 países para mostrar que nosso jeito de viver é o maior tesouro

Texto: Débora Zanelato/ Fotografia:Eduardo Colesi

A riqueza de cada um | <i>Crédito: Eduardo Colesi
A riqueza de cada um | Crédito: Eduardo Colesi

“Na moNgólia eNcoNtrei um nômade que nunca tinha visto um estrangeiro em toda a sua vida. Ele olhava para mim e tremia. Em um momento, sentei ao lado dele e nos demos as mãos. Eu chorei, nós choramos. Nem sei explicar”, conta o fotógrafo brasileiro Eduardo Colesi, sobre um dos momentos mais especiais da viagem de 385 dias que fez por 15 países da Ásia, entre eles Camboja, China, Índia, Indonésia, Japão, Tailândia, Tibete e Vietnã. Eduardo e a esposa, Mariana, são movidos pelo encantamento de mergulhar em culturas tão diferentes, muitas vezes remotas, porque assim, acreditam, enxergam que a maior riqueza é o jeito como cada povo vive. “A convivência com diferentes povos trouxe a compreensão de que cada um tem sua própria história, seu tesouro a ser descoberto”, diz a companheira de viagem, Mariana. Juntos, eles visitaram desde grandes cidades a tribos remotas, atravessaram desertos e escalaram vulcões, viajaram em renas e camelos. Conviveram com gente que nunca tinha ouvido falar no Brasil. Estiveram em lugares ricos e em outros muito pobres. “Naqueles onde não havia tecnologia, eu sentia que eram culturas mais autênticas, e isso no mundo é mais difícil de encontrar”, observa Eduardo. A imersão se converteu em imagens incríveis, ao mesmo tempo em que momentos marcantes, como o que abre este texto, demandaram um registro 
EDUARDO COLESI é fotógrafo apaixonado por diferentes culturas. Agora está  cruzando, de carro, países da África.
mais delicado. “Tentei tomar muito cuidado com a minha câmera. Chegar apontando a sua lente pode ofender, até mesmo humilhar. Alguns povos me disseram que se sentiam diminuídos em relação aos ocidentais. Então passava dias sem tirar a minha câmera da mochila”, relembra Eduardo. Os registros de Eduardo e Mariana viraram o projeto De Ásia a Z, no Facebook, e também ganharam uma exposição temporária na galeria Andrea Rehder, em São Paulo. Em breve, o trabalho deve se transformar em livro.

EDUARDO COLESI é fotógrafo apaixonado por diferentes culturas. Agora está  cruzando, de carro, países da África.

01/11/2017 - 12:28

Conecte-se

Revista Vida Simples