Ritual de passagem de uma nova era

Minha filha Clara e vida simples completam 14 anos. E esse é um ciclo que confronta e questiona tudo o que é inconsistente

lucas tauil de freitas

- | <i>Crédito: Vida Simples Digital
- | Crédito: Vida Simples Digital
Meu presente neste ano de festa é uma narrativa de esperança que vem do Oriente. Um relato sobre o primeiro modelo de participação pública em massa no processo democrático que floresce em Taiwan. Em março de 2014, um grupo de estudantes ocupou o Congresso da ilha contra um acordo comercial que poderia submeter o lugar a pressões políticas de Pequim. Nascia o Movimento Girassol, que por 21 dias tomou com tendas coloridas três quarteirões em torno do Parlamento. Com o apoio de ativistas digitais, a ocupação foi filmada e transmitida para as partes mais distantes da ilha. A tomada pacífica do Legislativo criou condições ideais para amalgamar os diferentes setores da sociedade. Ambientalistas, sindicalistas e reformistas ocuparam áreas separadas da vizinhança. À medida que o grupo se organizava e começava a deliberar, um processo paciente para dar voz a todos os envolvidos tomava corpo. Transmitido ao vivo para todos os interessados em participar, a prática transparente de escuta profunda e consulta a todos os envolvidos conquistou o coração da nação. Milhares de cidadãos testemunharam ao vivo práticas simples e efetivas de decisão coletiva que colocaram em movimento uma revolução pacífica, que nos últimos dois anos transformou a cena política do país. Hoje, cinco das seis principais cidades da ilha são governadas por líderes apoiados pelo Movimento Girassol.  Assim como no Brasil, a democracia ainda é jovem nessa ilha com 23 milhões de habitantes. Taiwan recentemente elegeu sua primeira presidente: Tsai Ing-wen, que assim como seu predecessor trabalha lado a lado com ativistas digitais do Movimento Girassol na criação de tecnologias de participação cívica. Taiwan é o nome da plataforma criada pela aliança entre governo e ativistas. Com foco na transparência e em uma prática de escuta. A iniciativa permite a participação de diferentes setores da sociedade nas decisões que os envolvem. O Executivo e o Legislativo estão comprometidos em acatar os consensos encontrados em consulta pública por meio da plataforma de participação direta da população nas decisões. Ouvi a história da revolução em marcha em Taiwan durante a conferência Open Source Open Society, na Nova Zelândia. O palco em Wellington brilhou com a presença de Audrey Tang, uma das líderes da revolução em curso. Audrey carrega um coração ainda mais potente que sua mente brilhante. Ela revoluciona não apenas o governo de sua terra natal mas os conceitos estabelecidos de gênero. Ela é um exemplo vivo de uma pessoa que não só vive sua transexualidade com conforto como lidera positivamente a revolução em seu país. Audrey é a imagem da liberdade em exercício que inspira a nova geração que vai liderar nosso século.

LUCAS TAUIL DE FREITAS navegou meio mundo para ouvir esse relato de esperança.

01/11/2016 - 14:48

Conecte-se

Revista Vida Simples